Quem é Savina

Savina Petrilli, nasceu em Sena, na Itália, no dia 29 de agosto de 1851, em uma família simples e autenticamente cristã. Habitava na via del Costone.
Em seu coração, desde criança, desabrochou um grande amor por Jesus. Recebeu-o pela primeira vez, na Hóstia Consagrada, aos 12 anos, quando já revelava ser uma adolescente amadurecida, com grande força de vontade e capaz de correr os riscos do amor nos pequenos acontecimentos cotidianos.
Sua grande capacidade de amar tem origem em sua infância, na relação afetuosa e serena com seus pais, Celso Petrilli e Matilde Vetturini, como também na intimidade com Jesus. Na belíssima Catedral de Sena, Savina sempre permanecia horas rezando diante do Santíssimo Sacramento.
Frequentou a escola e o catecismo na igreja de São Jerônimo, com as Irmãs de São Vicente de Paulo. Aos 13 anos de idade deixou a escola para ajudar a mãe a cuidar dos irmãos.
Savina tem veneração pela Virgem Imaculada e passa a fazer parte da Pia União das Filhas de Maria. Vivaz e dinâmica ensinava catecismo e sempre reunia, em sua casa, um grupo de amigas, com as quais rezava, trabalhava e sonhava com o futuro.

A Congregação

Em 1873 reuniu-se com três companheiras em uma casa pequena e simples, situada na via Diacceto, onde morava a família Petrilli, e, ali, dá início à Família Religiosa, que se chamou de Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena.

No dia 7 de setembro de 1874, dia da vigília da festa da Natividade de Maria Santíssima, a comunidade nascente transferiu-se para a nova sede, na via Baroncelli, sem levar nada consigo, mas com o coração cheio de esperança. Sena torna-se, então, o berço da nova Congregação.

Savina sente-se profundamente amada por Jesus, tanto que acolhe como seu o sonho de anunciar o Reino de Deus em todo o mundo. Com o mesmo ardor de Catarina de Sena, decide dedicar-se, especialmente, aos pobres para ajudá-los, amando-os sem medida e sem recompensa.
Para escrever as belas páginas dessa nossa história, a Providência vai ao encontro de Savina, através de alguns personagens eminentes, como o Cardeal Ricci Paracciani, o Marquês Bichi Ruspoli e a Nobre Senhora Anna Saracini. Estas pessoas foram para Savina coração e mãos de Deus.
“Tudo é pouco por Jesus” é o lema de Madre Savina. O amor por Jesus a conduz rumo a horizontes sem limites, com um dom que se renova no dia-a-dia, em profundidade e beleza.
Com 72 anos Madre Savina voltou à casa do Pai, oferecendo-se serenamente a Jesus sacerdote e vítima, no altar da dor, deixando-nos um exemplo luminoso de mulher sábia, contemplativa-operante, um estilo de vida simples, vivido à luz da fé e da obediência.

A Beatificação

No dia 24 de abril de 1988, em Roma, João Paulo II proclamou Bem-Aventurada a nossa Fundadora Savina Petrilli.

Homilia da Beatificação – Papa João Paulo II

Obras Savinianas

“Nada deve dar ao próximo o que não pode dar-lhe Deus. E não é caridade dar alguma coisa criada em lugar do Criador.” Beata Savina Petrilli

Rede Saviniana de Educação e Assistência Social

A Rede Saviniana está presente em sete paises:

Itália

Brasil

Argentina

India

Filipinas

Equador

Alemanha

No Brasil temos duas Províncias:

– Brasil Sul:

ASBEAS – Associação Sul Brasileira de Educação e Assitência Social

– Brasil Norte:

ANBEAS – Associação Norte Brasileira de Educação e Assistência Social